Voltar para blog 06 mai 2020
O que é necessário para fazer a escritura de um imóvel?
Depois de uma negociação bem-sucedida, chegou a hora de fazer a escritura e transferir o imóvel para o novo proprietário. 
Esta é uma fase na qual surgem algumas dúvidas. Qual o devido processo? Quais os documentos necessários? 
Como não pode deixar de ser, os agentes imobiliários são os profissionais mais indicados para orientar e auxiliar na escritura. Estão perfeitamente familiarizados com todos os detalhes do procedimento, pelo que sabem o que é fundamental preparar para concluir a transação sem problemas.
Quais os documentos necessários para fazer a escritura de uma propriedade?

- Documentos de identificação civil e fiscal dos intervenientes;

- Certidão de teor;

- Caderneta Predial Urbana;

- Licença de Utilização (imóvel construído após agosto de 1951);

- Ficha Técnica de Habitação (se a Licença de Utilização foi emitida depois de 30/03/2004);

- Certificado Energético e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios.

- Comprovativo de pagamento do IMT;

- Comprovativo de pagamento do Imposto de Selo;

- Contrato promessa de compra e venda do imóvel.
Em algumas situações podem ser solicitados outros documentos, nomeadamente no caso de financiamento bancário e penhoras anteriores do imóvel.
Os melhores agentes imobiliários recolhem, no ato da angariação, a maioria dos documentos acima apresentados, de forma a agilizar todo o processo e prestar um melhor serviço ao cliente. 
Antecipam-se a problemas que possam surgir no ato da transferência e dão oportunidade ao proprietário de resolver alguma inconformidade, evitando atrasos na escritura e, em casos extremos, a perda do negócio.
Portanto, para que a transação seja o mais tranquila possível, contrate um consultor imobiliário e conceda-lhe a exclusividade do seu imóvel. Desta forma, contará com o auxílio de um profissional que o aconselha e guia em todas as etapas da transação. 

Partilhar este post nas redes sociais