Voltar para blog 07 abr 2020
As vantagens da angariação em exclusivo na mediação imobiliária
Na angariação em aberto, mais comum por ser a mais fácil de conseguir, o proprietário faz-se representar por várias agências imobiliárias. Já na angariação em exclusivo, o proprietário é representado apenas por uma agência.
 
Para alguns proprietários a exclusividade significa, erradamente, a perda de oportunidades de negócio. É vista como uma opção que limita os resultados e reduz as probabilidades de venda. Mas será essa a realidade? Será que a angariação em exclusivo não traz vantagens para o vendedor?
 
Cabe ao agente imobiliário demonstrar que é um perito, um perfeito conhecedor da sua área de atuação e que a exclusividade é a melhor forma de prestar um serviço de qualidade.

É importante que o consultor esteja atento às constantes mudanças no contexto imobiliário, que conheça os tipos de imóveis que estão em alta, as áreas onde existe mais procura e que tenha uma ótima noção dos valores que são praticados na sua área de atuação.
 

Tempo

 

Ao entregar o imóvel em exclusivo, o proprietário apenas lida com um agente imobiliário que será responsável pela promoção do imóvel, pelas visitas e pelas ofertas.
 
Com isto, o proprietário ganha tempo. Deixa de ter que contactar com várias agências e agentes, não tem de negociar múltiplas comissões e preços, nem de organizar a vida em redor das visitas ao imóvel.
 
A exclusividade também permite ao consultor imobiliário uma melhor gestão. O agente não perde tempo a promover um imóvel que pode ser vendido por qualquer outra agência, podendo investir mais horas na criação de uma estratégia de venda eficaz. 

Motivação e foco

 

Para o agente imobiliário, uma angariação em exclusivo acarreta mais empenho, motivação e foco. O consultor sabe que não tem de competir com vários agentes pela transação e que todo o tempo e dinheiro investido na promoção do imóvel será compensado com a conclusão do negócio. 

Por sua vez, o proprietário tem ao seu serviço alguém que não descurará a venda daquela propriedade em detrimento de outras. Contará com um profissional comprometido e capaz de prestar um apoio constante e esclarecedor.

 

Qualidade da informação para quem vende e para quem compra

 

Ao cliente vendedor é facilitada informação precisa, útil e atempada de como está a decorrer o processo. Algo que não acontece em regime aberto. Um interlocutor significa consistência, facilidade no esclarecimento de dúvidas e na definição de estratégias de promoção.

Quem vende sabe em todo o momento quantas visitas foram feitas ao imóvel, quantas propostas foram apresentadas e quais os seus valores.

Para quem compra também há vantagens. Sabe que está a falar com um consultor que reportará direta e unicamente ao proprietário. Negoceia, por isso, com mais confiança pois sabe que a proposta vai ser analisada e transmitida.
 
Em regime aberto nenhum consultor consegue garantir que a "casa está reservada". Pode ter sido aceite uma proposta no dia anterior e todos os envolvidos perdem tempo.

 

Mais investimento na promoção

 

O agente imobiliário que angaria em exclusivo tem interesse em promover o imóvel e está disposto a investir mais na promoção,
o que não acontece no regime aberto.

O vendedor sabe que a propriedade será promovida consistentemente e que alcançará mais potenciais clientes. Mais interessados, significa mais oportunidades de negócio e mais rapidez na conclusão do processo.
 

Partilha

 

Com um contrato de exclusividade o consultor pode promover e partilhar o negócio sem qualquer reserva.

A primeira ação desenvolvida pelo agente responsável pela comercialização de um imóvel em exclusivo deve ser apresentá-lo aos parceiros de negócio, através do MLS. As oportunidades surgem mais rápido e o tempo de absorção do imóvel é reduzido substancialmente. Esta é a força das parcerias entre consultores imobiliários que só pode ser aproveitada com a exclusividade. 
 
 
Estas vantagens devem ser convenientemente explicadas ao cliente durante a apresentação de serviços, pois são um poderoso argumento para ajudá-lo a angariar em exclusivo.

Faça sempre referência ao seu MLS. A partilha do imóvel acaba com a objeção da perda de oportunidades de negócio, que é a maior preocupação do cliente proprietário no momento de conceder a exclusividade.

 

Partilhar este post nas redes sociais